Não há forma mais económica e ambientalmente mais amigável de obter fertilizantes de alta qualidade do que o recurso à tua própria pilha de composto. No entanto, sabemos que a compostagem termofílica pode levar vários meses a gerar o composto final, principalmente se não conseguires elevar a temperatura da pilha. É aqui que entram os aceleradores de compostagem. 

Os aceleradores de compostagem são normalmente utilizados na compostagem de jardim (termofílica) para reduzir o tempo de decomposição e otimizar o processo de termofilia (libertação do calor). A sua função é introduzir microrganismos importantes e/ou grandes quantidades de nitrogénio (azoto) para impulsionar a atividade microbiana. Então, quais são as opções? Vamos ver já de seguida!

Aceleradores de compostagem tradicionais

Aceleradores tradicionais: encontrados em qualquer loja de jardinagem e/ou construção (como por exemplo na Plantamus, Planeta Huerto ou Leroy Merlin). Também são chamados “ativadores de composto”. Geralmente contêm farinha de ossos, estrume de aves, farinha de pena, microrganismos específicos para degradação orgânica, etc. A acumulação intensa de nutrientes pode levar ao aparecimento de pragas. Aconselhamos-te a prestar atenção a esta questão e, se necessário, proteger a tua pilha destas pestes.

A dosagem ideal do produto depende do produto em si, portanto certifica-te que lês e segues cuidadosamente as instruções de dosagem do fabricante. 

Estrume: Se vives no campo, podes usar estrume animal (vaca, galinha, cavalo) para deixar a tua pilha de composto bem fumegante! Se vives na cidade, recomendamos que tenhas mais cuidado por causa dos odores. Utiliza esterco de galinha “pelletizado” para não atraíres pragas urbanas.

Outras formas eficazes de acelerar a compostagem

Bokashi fermentado: Em vez de colocares os resíduos orgânicos diretamente na pilha de compostagem termofílica, faz primeiro a fermentação dos resíduos. Como? Muito fácil: através de um compostor Bokashi, que cabe facilmente em qualquer canto da tua cozinha. Os resíduos fermentados dentro do compostor Bokashi são ricos em microrganismos eficientes que vão ajudar a acelerar o processo de compostagem. A fermentação vai acontecer com a ajuda do farelo Bokashi num ambiente anaeróbio (sem presença de oxigénio), uma vez que este compostor está permanentemente fechado. Só o deves abrir para colocar os resíduos cortados aos bocadinhos. 

E sabias que, por já estarem “tratados” pela fermentação, podes até colocar resíduos de origem animal, como carne e peixe, na pilha de compostagem? Sem a fermentação prévia, há quem não aconselhe a fazê-lo (na verdade, é algo que tem vindo a ser debatido nos últimos tempos…), mas uma vez fermentados, não tens com que te preocupar!

 

Queres saber mais sobre Bokashi? Dá uma vista de olhos neste artigo.

Takakura: A takakura é o segredo dos ninjas da compostagem. Recomendamos que utilizes este método se a tua pilha de composto não estiver a aquecer! Basicamente precisas de 2 “fermentos” líquidos (doce + salgado) que podes mesmo preparar em casa. Uma vez prontos, utiliza-os para “regar” a tua pilha de composto. Ora então, qual é a receita para os “fermentos”? Vê abaixo!

Fermento doce:

  1. Pega numa garrafa de 2 litros vazia
  2. Adiciona 5 colheres de sopa de açucar
  3. Adiciona 4 colheres de sopa de iogurte ou leite azedo (não é “sopa de iogurte”, não te enganes :P)
  4. Adiciona 5 colheres de sopa de fermento seco granulado
  5. Completa com água

Fermento salgado:

  1. Pega noutra garrafa de 2 litros vazia
  2. Adiciona 5 colheres de sopa de sal
  3. Adiciona 2 punhados de flores caídas
  4. Adiciona 2 punhados de cascas de frutas e legumes
  5. Completa com água

 

Quando tiveres as duas garrafas prontas, deixa-as em repouso durante 3 dias, para fermentarem, com a tampa entreaberta. E voilá! Agora só tens de espalhar o conteúdo das garrafas na tua pilha de composto e esperar que a sua temperatura aumente.

 

 

DICA FINAL: de nada adianta colocares aceleradores de compostagem se não fazes o arejamento regular (1x semana) da tua pilha de composto. Para aquecer, é necessário muito oxigénio!

Image
Mudatuga
A Mudatuga é uma startup focada na educação para a compostagem, quer para particulares, quer para qualquer organização, pública ou privada, que pretenda implementar um projeto de compostagem doméstica ou comunitária.

Contactos

  • Mudatuga® | Mestre do Terraço – Ensino de Compostagem Unipessoal LDA. NPC: 516556991
  • ola@mudatuga.com
  • +351 910 747 756
  • INOPOL Academia de Empreendedorismo, Campus Politécnico de Coimbra
    Avenida Mário Silva, Bencanta
    3045 - 601 Coimbra